Lançamento do documentário Impasse lota prédio da Reitoria da UFSC

Cerca de 700 pessoas compareceram ao prédio da Reitoria da UFSC, na noite desta quinta-feira passada, para assistir em primeira mão o documentário sobre a crise do transporte público de Florianópolis, Impasse. Com o auditório e o hall do prédio lotados, o evento iniciou com uma performance teatral-musical com manifestantes caracterizados cantando músicas elaboradas durante os atos contra o aumento da tarifa deste ano. Para em seguida, então às 20h, após uma fala de apresentação da organização, iniciar a apresentação do filme, que tem sua duração de 1 hora e 20 minutos.

Segundo Fernando Evangelista, um dos organizadores e produtores, a reação ao material foi imediata e bem positiva. A atmosfera no local, durante a mostra, remetia à um jogo de futebol, onde a cada jogada/cena o público reagia expressivamente – com vaias, aplausos, risadas e até gritos de aprovação e desaprovação. Definitivamente a avaliação foi de superação das expectativas.

Fernando levanta também a capacidade do audiovisual de tocar as pessoas. De como elas acabam se sensibilizando mais em um documentário do que em uma matéria jornalística, por exemplo. Fato é que, logo após a mostra, o público presente realizou uma assembléia na qual foi apontada a clara necessidade de se avançar na luta e não mais somente resistir aos aumentos de tarifa. Ou seja, se mobilizar para propor as devidas mudanças sociais necessárias para resolução do impasse. Obviamente com um enfoque voltado para o bem-estar da população usuária.

Em seguida, a assembléia tomou o rumo às ruas e se tornou uma manifestação. Os manifestantes bloquearam durante 45 minutos a rotatória que liga a UFSC aos bairros da Trindade, Serrinha e Pantanal, caminharam pela Avenida Beiramar e chegaram a ocupar o TITRI (Terminal da Trindade), por volta das 23h o ato retornou para UFSC e dispersou.

O documentário Impasse foi produzido pelos jornalistas Juliana Kroeger e Fernando Evangelista, diretores da Doc Dois Comunicação – empresa que se dedica à produção de documentários de caráter social, histórico e cultural. O intuito de seu feito foi dar um panorama na crise do transporte público de Florianópolis. Fernando deixa claro que o Impasse não é um documentário imparcial, mas também não é militante. Seu enfoque é jornalístico e posicionado: “Do lado mais fraco”, diz ele. O vídeo contém entrevistas com os diversos protagonistas das manifestações, constando estudantes, integrantes de movimentos sociais e comunitários, autoridades do poder público e até empresários do ramo do transporte. Além é claro, de toda a violência policial.

Os próximos passos da Doc Dois Comunicação envolvem a distribuição do documentário para 60 universidades federais brasileiras e para mais de 100 escolas públicas de Florianópolis. Além de planos de participação de mostras cinematográficas, festivais e exibições públicas.

Para mais informações: http://www.impasse.com.br

Texto e fotografias por Yuri Gama

Esta entrada foi publicada em 2010, Uncategorized e marcada com a tag , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas a Lançamento do documentário Impasse lota prédio da Reitoria da UFSC

  1. Diego disse:

    O documentário será ou poderá ser disponibilizado na Internet também?

  2. Seria bacana poder disponibilizar gratuitamente este documentário na internet, pois assim mais pessoas poderiam conhecer essa causa. Mais pessoas que vivem em Florianópolis passariam a participar dessa manifestação que já vem ocorrendo ao longo dos anos e que ainda vai sobreviver por muito tempo enquanto essa conquista não for realizada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *